Noticia

4 Oct 2020



"NÃO TEMOS PROBLEMA, ABSOLUTAMENTE NENHUM"


O Director do Instituto de Telecomunicações - ITEL, André Pedro, garantiu aos encarregados de educação que a escola reúne condições para o regresso às aulas. 

Num encontro que visou esclarecer o reinício das aulas, o novo calendário escolar, funcionamento das turmas e horários, André Pedro disse que tudo está criado para que os alunos voltem à instituição. 

O ITEL tem, até neste momento, dois reservatórios de água, quatro lavatórios em cada um dos três pátios, duas casas de banho e trinta e duas câmaras de vigilância. "As câmaras vão auxiliar na vigilância, tentar inibir certos comportamentos dos alunos, mas elas servem não só para controlar os alunos, os professores também", disse o Director. 

O ITEL tem para o ano em curso 1.181 alunos. O Director disse que este número será repartido em dois, perfazendo 500 alunos para cada dia a terem aulas. Nesta rotatividade dos alunos, o instituto fez um plano onde em cada período (manhã e tarde) apenas 250 alunos terão alunos por dia. "O ITEL não tem mais de 50 alunos por turma", esclareceu o Director. Cada turma está dividida em dois grupos nos quais o grupo 1 estudará na primeira semana na segunda, quarta e sexta-feira, enquanto o grupo 2 estudará na mesma semana na terça e quinta-feira e, na semana a seguir, o grupo 2 ficará na segunda, quarta e sexta-feira, ficando o grupo 1 na terça e quinta-feira, de forma alternada. " Desta forma, nenhum aluno ficará prejudicado. Nos dias em que os alunos ficarão em casa, terão trabalhos de casa que valerão 30% das avaliações, enquanto os 70% são de matérias de escola", esclareceu André Pedro. 

Quanto ao protocolo de entrada e saída elaborado pela Direcção Provincial de Educação de Luanda, o Director garantiu que há equipamentos suficientes para a medição de temperatura aos alunos, a biblioteca funcionará como espaço de isolamento em caso de se detectar alunos com temperatura muito alta, enquanto se espera pelo CISP (Centro Integrado de Segurança Pública) ou pelos familiares. 

"Não haverá mudanças de carteira todo o ano. Cada aluno deve trazer uma toalha ou guardanapos para higienizar com frequência a sua carteira", disse. 

Quanto ao calendário escolar, segundo o Decreto n.º 16/20 de 1 de Outubro exarado pela Ministra da Educação, Luísa Grilo, o ano lectivo será dividido em três partes, a primeira, correspondendo ao I trimestre, irá de 5 de Outubro a 18 de Dezembro, o II trimestre de 4 de Janeiro a 9 de Abril de 2021 e o III trimestre de 12 de Abril a 16 de Julho de 2021.

No final do encontro, o Director garantiu que todo o aluno que danificar os materiais criados será expulso da instituição tão logo que se comprove a acção propositada. 

Fonte: João Bunga